Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 7 – Generics C#

Olá Pessoal, Vamos falar sobre Generics C#.

Atendendo a um pedido de um leitor que segue a série C# para iniciantes, faremos aqui uma abordagem simples para entender sobre o tal Generics 🙂

Os Generics (Genéricos) foram incluídos no .Net Framework na versão 2.0 (isso foi em 2005), portanto é novidade apenas para quem está começando agora, hoje em dia os Generics são fundamentais, então sugiro que entendam bem o conceito.

Os Generics foram criados para eliminar o “casting“, facilitar a criação de classes e métodos e diminuir a quantidade de boxing (entenda o que é boxing).
Genérics representa uma coleção (lista, array, como preferir…) de objetos fortemente tipados. Uma collection de generics fornece métodos para pesquisar, ordenar e manipular através de um índice...

Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 6 – Syntactic Sugar

Olá pessoal, já ouviram falar de Syntactic Sugar ?

Syntactic Sugar, também usado como Syntax Sugar, é um termo utilizado para quando uma linguagem de programação oferece uma forma mais fácil de ser lida e escrita.

Usar syntactic sugar refere-se a escrever um código de forma alternativa ao modo tradicional, com a finalidade de escrever menos código e torná-lo mais expressivo.

O que acontece é que nem sempre conhecemos todos os modos de se escrever em uma linguagem e podemos nos deparar com um código “estranho”.

Vou abordar dois exemplos de Syntactic Sugar em C#.

Primeiro exemplo:

O que está acontecendo aqui?

1 int? numero = null;
2 numero = 12;

Colocar um “?” no final de um tipo significa dizer que ele é um “Nullable Type”.

Nullable Type são i...

Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 5 – Properties

Olá pessoal, Falaremos hoje sobre C# Properties.

Uma propriedade (Property) é um membro de uma classe que fornece um mecanismo flexível para ler, gravar ou calcular o valor de um dado em particular.
As propriedades permitem que uma classe exponha de uma maneira pública a obtenção e definição destes valores.

Por ex. Temos a classe Carro, uma propriedade de carro é sua cor, ou seja, Cor é um atributo (propriedade) de Carro.

Uma propriedade pode obter um valor de uma classe e também pode defini-lo, sendo assim temos propriedades Read/Write ou apenas Readonly. 
Um exemplo:

1 // Essa é sua variável interna (privada)
2 private string _cor;
3
4 // Essa é sua propriedade pública.
5 public string Cor
6 {
7   get { return _...
Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 4 – Operadores Ternários

Olá Pessoal, O que são Operadores Ternários e como utilizá-los?

O operador ternário é bem simples, serve para validar uma condição (if / else) dada a condição retorna um true ou false.

Mas por que chama-se operador ternário?
Vamos lá:

Temos três tipos de operadores

  • Relacionais (==, !=, >,  <,  >=,  <=)
  • Lógicos (&&, ||, !)
  • Ternários.

Os operadores ternários são formados por três operandos (por isso chama-se ternário), e são separados pelos sinais ? e conforme estrutura abaixo:

condicao ? valor_se_verdadeiro : valor_se_falso

A condição é testada, caso verdadeira é retornado o valor_se_verdadeiro, caso a condição seja falsa é retornado o valor_se_falso.

1 int valor1 = 10;
2 int valor2 = 15;
3
4 bool resultado = valor1 == va...
Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 3 – Expressão Lambda

Olá Pessoal, Como utilizar uma Expressão Lambda?

De início elas podem assustar um pouco quem não as conhecem, mas basta entender o conceito para transformá-las em grandes aliadas no desenvolvimento de código bonito 😉

As expressões lambda foram introduzidas no .Net para dar suporte as consultas LINQ.

“LINQ – Language Integrated Query, foi introduzido no framework 3.5 para realizar consultas diretas a base de dados ou documentos XML, coleções de objetos e qualquer outra estrutura de dados. Sua sintaxe é parecida com a linguagem SQL”

As expressões lambda se comportam como um tipo de delegate (falaremos dele em breve). Entendemos que a expressão lambda é uma espécie de função, porém sem nome, elas realizam cálculos, filtros, e retornam um valor (ou uma coleção de valores)...

Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 2 – For – Foreach – While

Olá Pessoal, Como fazer Laço de repetição em C# dos tipos For – Foreach – While?

Se você não sabe ou tinha dúvida, vamos aprender hoje!
Os laços de repetição estão presentes desde as primeiras linguagens e até hoje são extremamente utilizados, basicamente o laço repete um bloco de instruções até que uma condição seja satisfeita.
Vamos lá:

A simulação de código foi feito em um projeto Windows Application.

Laço FOR

1 for (int i = 0; i <= 10; i++)
2 {
3     MessageBox.Show("6 x " + i.ToString() + " = " + (i * 6).ToString());
4 }

Leitura:
Para i (inteiro) igual a 0 até i menor igual a 10 acrescente i+1

Simples né?
Podemos fazer um For inverso, onde ele começa de um maior e regride:

1 for (int i = 11 - 1; i >= 0; i--)
Progamando, Tutorial

C# – Para Iniciantes – Parte 1 – Variáveis, Passagem por Valor ou Referência.

Olá Pessoal, Vou fazer uma série sobre (C Sharp) C# para iniciantes.

Atendendo à diversos pedidos vou procurar abordar de uma forma diferente a transferência de conhecimentos nessa linguagem, apostila e tutorial tem de monte na internet, a intenção não é essa, vamos abordar necessidades reais de quem quer dar os primeiros passos em C# e agora quer aprender mais.

Só para começar, um pouquinho de história:
O C# é uma linguagem derivada do C++, mas também tem base em Java e Object Pascal.
Criada em meados de 1999 por Anders Hejlsberg (pai do Turbo Pascal e Delphi) vem desde 2001 ganhando espaço e se tornou uma das linguagens mais populares da atualidade.

Vamos dar o primeiro passo:

Variáveis

Toda variável é uma alocação de uma quantidade de memória, é nesse espaço de mem...

C#, Progamando, Tutorial

Série C# para Iniciantes

Aprenda C#

Série C# para Iniciantes é indicada para quem quer dar os primeiros passos em C# e pretende aprender mais sobre a linguagem. Conhecimentos do dia-a-dia explicados de forma simples e fácil.

Hoje em dia o C# é uma das linguagens mais utilizadas no mundo e a preferida entre os programadores .Net.

Os pré requisitos:

  1. Ter alguma versão do Visual Studio instalada (2016 ou superior);
  2. Ter um pouco de conhecimento de lógica de programação;
  3. Força de vontade 🙂

Utilize os comentários e deixe sua sugestão para ser abordada e explicada.